Charges

Pesquisar
Assunto
Data de
Data até
Autor
Veículo

15/03/2022 00:00

Valor Econômico| Valor Econômico

Produção de motos tem melhor fevereiro desde 2015

Por Carlos Prieto — São Paulo

As fabricantes de motocicletas instaladas no Polo Industrial de Manaus produziram em fevereiro 107 mil unidades, o melhor resultado para o mês desde 2015, segundo a Abraciclo, entidade que representa o setor. Naquele ano, foram produzidas 110,8 mil unidades. O desempenho no mês passado foi 28,1% superior ao registrado em janeiro e 84,5% maior na comparação com o mesmo mês do ano passado. A produção nos primeiros meses de 2021 foi muito afetada pela pandemia na cidade de Manaus, o que prejudica uma comparação melhor.

No primeiro bimestre foram montadas 190,6 mil unidades. Esse volume é 70,7% superior ao registrado no mesmo período do ano passado. Segundo a Abraciclo, a marca de 190 mil unidades havia sido alcançada no primeiro bimestre de 2020, antes da primeira onda de covid-19, quando foram produzidas 194,7 mil motocicletas. A produção acumulada reforça a estimativa de crescimento de 7,9% neste ano na produção, chegando a 1,29 milhão de unidades.

Em nota, Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, afirmou que a produção de motocicletas está em ritmo de retomada. “No primeiro bimestre de 2021 tivemos grandes dificuldades devido a segunda onda da pandemia em Manaus. Já em janeiro deste ano, a variante ômicron afetou o ritmo da produção. Agora, a tendência é de evolução e crescimento para atender a demanda”, disse. “Seguimos atentos, no entanto, em relação às instabilidades globais e suas consequências econômicas, que podem afetar os fluxos logísticos, o fornecimento de insumos e a produção de motocicletas.”

No primeiro bimestre, foram emplacadas 163,7 mil motocicletas, aumento de 14,3% na comparação com o mesmo período do ano passado. Também uma comparação que fica comprometida pelos problemas causados pela covid-19 no primeiro bimestre de 2020. Em fevereiro, os licenciamentos somaram 74.032 unidades, queda de 17,4% em relação a janeiro. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, as vendas no varejo cresceram 29%. A estimativa da entidade é crescer 6,4% em 2022, somando 1,23 milhão de motos emplacadas.

O presidente da Abraciclo explica que a redução no número de emplacamentos em fevereiro na comparação mensal é resultado do menor volume de produção de motocicletas em janeiro. “A queda na produção impacta diretamente as vendas no mês seguinte. Agora, com a retomada da produção, os números de vendas devem apresentar crescimento”, afirma.

A Abraciclo informou ainda os dados de mercado externo. Em fevereiro, os embarques somaram 3.315 unidades, volume 0,4% inferior ao registrado em janeiro. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando foram exportadas 2.926 unidades, houve alta de 13,3%.

Nos dois primeiros meses do ano, as exportações apresentaram leve recuo. Foram embarcadas 6.643 unidades, volume 2,7% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado. A estimativa para o ano é alta de 1%, com 54 mil motos exportadas.



Comente

Nome
E-mail
Comentário
  * Escreva até 1.000 caracteres.
 
 



Envie o link desta página um amigo

Seu Nome
Seu E-mail
Nome do seu amigo
E-mail do seu amigo
Comentário