Clipping - Destaques da Semana

Pesquisar
Assunto
Data de
Data até
Autor
Veículo

29/05/2019 00:00

ANTP

ANTP Urban95: régua e compasso para traçar novas políticas públicas

Para baixar o Caderno Técnico 26 - Implantação do Programa Urban95 em São Paulo: Piloto em Campo Limpo e Transição para Política Pública (2017-18), clique no botão abaixo:



O projeto Urban95 Campo Limpo, desenvolvido pela ANTP - Associação Nacional de Transportes Públicos para a Prefeitura de São Paulo, com suporte da Fundação Bernard Van Leer e apoio da Bloomberg Philanthropies, concluiu sua primeira etapa em março de 2018, com duração de 5 meses.

Este projeto tomou corpo a partir das intervenções urbanas que a Prefeitura de São Paulo faria no distrito: a construção de um corredor de ônibus na estrada do Campo Limpo e o Plano de Concessões dos Terminais Urbanos, que prevê a concessão à iniciativa privada do Terminal do Campo Limpo.

Um novo corredor de ônibus causa um impacto importante no acesso aos equipamentos e serviços do bairro. Já o Projeto de Intervenção Urbana do Terminal do Campo Limpo, que define uma área de abrangência de 600 metros em seu entorno, traz desafios importantes quanto ao que será possível fazer para garantir e melhorar a mobilidade das crianças e suas famílias.

Com o foco no espaço urbano e nas famílias residentes em áreas de alta vulnerabilidade social, nosso desafio, através do programa Urban95, foi o de produzir propostas de ações, intervenções e políticas que viessem a permitir melhorar o bem-estar e a segurança de bebês, gestantes e crianças do bairro, bem como de suas famílias.

O Urban95 foi nossa régua e compasso, que como na canção de Gilberto Gil, nos auxiliou a traçar o caminho pretendido. Ele reorienta a divisão de políticas públicas e reformula os indicadores.

São as políticas transversais, as que através de uma visão mais ampla podem alcançar uma cidade melhor. São indicadores encarregados de medir, mostrar valores deficitários e dar pistas sobre suas potencialidades para intervenção e investimento. A ferramenta deve auxiliar e orientar a criação de espaços coletivos urbanos de cuidado da criança, soluções urbanas de baixo custo e alta qualidade.

Através dos indicadores Urban95, pode-se analisar a capacidade da cidade para cuidar, e de gerar condições saudáveis, seguras e públicas.

Por eles, aprendemos que:

- a cidade precisa ser saudável. Toda sua infraestrutura, seus elementos e redes têm relação direta ou indireta com a saúde de seus habitantes, cujos efeitos incidem especialmente na saúde das crianças e cuidadores;

- ela precisa ser segura. A não relação com o mundo exterior impacta de forma significativa na Primeira Infância, no seu desenvolvimento físico, cognitivo e emocional: a sociabilidade, os medos, a ausência de referências urbanas, a carência de caminhar e experimentar a cidade. Valores deficitários indicarão pontos críticos das políticas urbanas, cujas melhorias inibem situações perigosas e contribuem para uma cidade mais segura; e

- a cidade precisa ser pública. É aquela que, através de seus equipamentos e espaços públicos, conectados entre si por rotas acessíveis, seguras e atrativas, se converte em um lugar onde todos seus detalhes, relações sociais e espaços construídos constroem uma fonte de aprendizagem.

No relatório do projeto apresentamos não somente os resultados que alcançamos, mas todo os insumos que nos serviram de base para obtê-los. Fazemos votos para que todo esse material sirva não só de alicerce para novas e ricas experiências, como também que possa inspirar novos e instigantes projetos em prol da vida de nossas crianças e de suas famílias nas cidades brasileiras.

Ailton Brasiliense Pires – Presidente da ANTP - Associação Nacional de Transportes Públicos

Luiz Carlos Mantovani Néspoli – Superintendente da ANTP - Associação Nacional de Transportes Públicos



Comente

Nome
E-mail
Comentário
  * Escreva até 1.000 caracteres.
 
 



Envie o link desta página um amigo

Seu Nome
Seu E-mail
Nome do seu amigo
E-mail do seu amigo
Comentário