Sistema de Informacoes da Mobilidade


Relatórios

História do SIMOB e Nova Metodologia

O Sistema de Mobilidade Urbana - Simob foi desenvolvido nos anos 2004 e 2005 pela Associação Nacional de Transportes Públicos - ANTP, com apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES. Ele foi estruturado para coletar informações sobre a mobilidade das cidades com mais de 60 mil habitantes do Brasil e produzir relatórios anuais.

A partir de 2015 foi iniciado um processo de revisão dos parâmetros do sistema, para melhor refletir grandes mudanças que ocorreram na mobilidade urbana do país e no uso dos modos de transporte. As principais alterações da metodologia foram:

a)     As funções de estimativa de viagens por modo foram revistas, usando dados de novas pesquisas de origem-destino feitas no país;

b)     Foram modificados os parâmetros de custos da segurança de trânsito e da emissão de poluentes (locais e do “efeito estufa”) e foi incorporada uma análise do custo do ruído; estas ações aproximam o Simob/ANTP da metodologia usada nos estudos internacionais sobre o tema. A ANTP propõe que estes parâmetros sejam usados no Brasil, para homogeneizar os estudos feitos no país.

Detalhes da metodologia podem ser lidos no documento especial “Nova metodologia adotada pelo SIMOB/ANTP”, agora disponível neste “site”. Este relatório inclui uma comparação dos dados resultantes do uso da metodologia inicial e da nova metodogia, para o ano de 2014.

Estão aqui publicados os dados de 2014, 2015 e 2016, já produzidos com a nova metodologia.